segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

OS DOIS LADOS DA MOEDA. E Jesus disse: De quem é esta efígie e esta inscrição?


E Jesus lhes disse: De quem é esta efígie e esta inscrição? Eles lhe responderam: De César. Então ele lhes disse: Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus. Mateus 22.20,21

Em todo tempo, homens e mulheres têm sofrido preocupações em suas vidas, quando lhes sobrevêm a falta de dinheiro. Os Cristãos também passam por isso, e até um certo ponto, é natural. Porém, alguns chegam a desesperar-se de tal maneira, que dão a impressão que nunca conheceram a genuína fé. Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se transpassaram a si mesmos com muitas dores. 1 Timóteo 6.10

Uma ansiedade muito grande, um vazio interior, uma falta de proteção, um descontentamento generalizado. Todas essas reações são sentidas, em maior ou menor grau, conforme a pessoa. Ou conforme o montante que se presume ser necessário, para solucionar os seus problemas.
Por outro lado, vemos pessoas abastadas, para os quais, aparentemente, não falta nada, que sofrem tudo isso; e muito mais, porque amam ganhar dinheiro. Fazem tudo pelo dinheiro! Se esforçam demais, trabalham demais, fazem negócios honestos e também fazem negócios escusos. Atropelam, ofendem, magoam, e nem se apercebem de nada. Tudo normal ! Tudo por amor ao dinheiro !
O que está acontecendo com o Cristianismo ? Será que o “deus dinheiro” fala assim tão alto aos corações ?

E você, qual é o seu problema ? Falta de dinheiro, ou apego demasiado e desordenado a ele ? Qual é a sua dificuldade ?
Seja qual for, não deixe que a necessidade, ou o amor ao dinheiro aflija o seu coração, e cause descompasso tirando do ritmo normal todos os seus sentimentos.
Dê ouvidos a voz de Deus ! A voz do SENHOR é poderosa; a voz do SENHOR é cheia de majestade. Salmos 29.9

Você não deve se preocupar em demasia, com as finanças. O rei Davi, pai de Salomão, afirmou em oração, que Deus tem todas as condições de proporcionar-nos a vitória. Vejamos: Tua é, SENHOR, a magnificência, e o poder, e a honra, e a vitória, e a majestade; porque teu é tudo quanto há nos céus e na terra; teu é, SENHOR, o reino, e tu te exaltaste por cabeça sobre todos. 1 Crônicas 29.11

E, Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador enfatizou aos seus discípulos: Portanto vos digo: Não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre o que comereis, nem pelo corpo, sobre o que vestireis. Mais é a vida do que o sustento, e o corpo mais do que as vestes. Considerai os passarinhos, que nem semeiam, nem segam, nem têm despensa, nem celeiro, e Deus os alimenta; quanto mais valeis vós do que as aves? E qual de vós, sendo solícito, pode acrescentar um côvado à sua estatura? Pois, se nem ainda podeis as coisas mínimas, por que estais ansiosos pelas outras? Considerai os lírios, como eles crescem; não trabalham, nem fiam; e digo-vos que nem ainda Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como um deles. E, se Deus assim veste a erva que hoje está no campo e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé? Não pergunteis, pois, que haveis de comer, ou que haveis de beber, e não andeis inquietos. Porque as nações do mundo buscam todas essas coisas; mas vosso Pai sabe que precisais delas. Lc 12.22-30

Ë necessário aceitar a palavra de Deus ! Crer nela, e praticar a palavra. Só assim você poderá viver infinitamente melhor !
Se você está sofrendo por causa de dinheiro, vá até o altar do SENHOR, e ore. Peça a Ele, condições para vencer a sua dificuldade.
Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno. Hb 4.16
A Bíblia Sagrada nos dá muitos conselhos sobre como não nos apegarmos ao dinheiro, e, como sermos supridos de tudo. Não raras vezes, Deus proporciona condições aos seus servos fieis, para que eles consigam o necessário, sem valores, sem usar dinheiro algum.
Ó vós, todos os que tendes sede, vinde às águas, e os que não tendes dinheiro, vinde, omprai, e comei; sim, vinde, comprai, sem dinheiro e sem preço, vinho e leite. Isaías 55.1
© Pr. R. Moura – Publicação livre – se indicado o autor.

4 comentários:

  1. Concordo plenamente com este Post´

    Além disso o proprio Senhor Jesus Cristo disse, que não deveriamos servir a dois senhores, ou servia ao Senhor Deus! ou a mamon deus do dinheiro do materialismo e poder.

    Mas sabemos que o dinheiro abre horizontes para o Homem, e também tira ele da miséria aqui nessa vida! Aí só nos resta meditar o que disse Davi, o Homem segundo o coração de Deus.

    {Senhor não te peço que me dê muita riqueza, para que eu não venha me orgulhar e se afastar de Ti.

    Também não te peço poucos recursos, para que não venha a blasfemar contra Tí}

    No que diz respeito ao capitalismo!
    Só nos resta orar desta forma.
    Deus abençôe!!

    ResponderExcluir
  2. É de muita importância a sua opinião Valdeir. Ela acrescentou mais luz sobre o assunto.
    Agradeço a você por sua oportuna manifestação.
    Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  3. Pouco recursos, blasfemar? Ta loco veio. Evangelho não é proteção é salvação.

    ResponderExcluir
  4. No comentário acima o irmão Valdeir mencionou uma porção da Bíblia Sagrada. Desta forma, irmão Jônatas, ele não cometeu nenhum desvio de entendimento.

    ORAÇÃO DE AGUR:
    Duas coisas te pedi; não mas negues, antes que morra:
    Afasta de mim a vaidade e a palavra mentirosa; não me dês nem a pobreza nem a riqueza; mantém-me do pão da minha porção de costume; Para que, porventura, estando farto não te negue, e venha a dizer: Quem é o Senhor? ou que, empobrecendo, não venha a furtar, e tome o nome de Deus em vão. (Provérbios 30.7-9)

    Quanto à “Proteção e Salvação”, às vezes na Bíblia, estes substantivos são tomados como sinônimos, assim temos:
    Salvação como libertação e proteção, e esta como temporária, fornecendo-nos a ideia de preservação de sofrimentos e proteção à saúde física.
    Esta foi a descrição de Paulo sobre a sua “Libertação/proteção” da prisão. (Fl 1.19).

    Porém, quando se fala em “Salvação” o entendimento mais comum é o do sentido espiritual, o qual trata da salvação em termos de libertação eterna do jugo do pecado. Esta aplicação foi feita pelo mesmo apóstolo Paulo, quando respondeu a pergunta do carcereiro:

    – Senhores, que é necessário que eu faça para me salvar?
    – Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa (Atos 16:30-31).

    Vemos também o próprio Salvador Jesus demonstrando este significado de Salvação como entrada no reino de Deus:
    E, outra vez vos digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus. Os seus discípulos, ouvindo isto, admiraram-se muito, dizendo: Quem poderá, pois, salvar-se? E Jesus, olhando para eles, disse-lhes: “Aos homens é isso impossível, mas a Deus tudo é possível” (Mateus 19-24-26).

    Que Deus nos abençoe!

    ResponderExcluir

O seu comentário sobre essa matéria será bem recebido.