sexta-feira, 10 de junho de 2011

LIBERDADE AOS BOMBEIROS – Que Deus nos guarde e conceda-nos a paz em todos os sentidos!

LIBERDADE AOS BOMBEIROS  QUE REIVINDICAVAM MELHORES SALÁRIOS
A justiça atendeu o habeas corpus pedido pelos deputados federais: Alessandro Molon, Protógenes Queiroz, Doutor Aluizio e determinou na madrugada dessa sexta-feira (10/06/11), a libertação dos 439 bombeiros presos no Rio desde sábado dia quatro.


A decisão foi assinada pelo desembargador Cláudio Brandão da 2ª Instância do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Agora os homens do fogo responderão em liberdade pelos eventuais excessos cometidos na manifestação que gerou a prisão. 

Que Deus nos guarde e conceda-nos a paz em todos os sentidos!
  Fonte: O Globo.

NÃO SE PAGA SUPERMERCADO COM MEDALHAS 
Ao meu ver as autoridades responsáveis equivocaram-se em não negociar até encontrarem um denominador comum com a liderança dos "Bombeiros". Os guarda-vidas ou homens do fogo, como são conhecidos esses militares, têm, entre todos os funcionários públicos, o mais alto conceito diante da população. E esse reconhecimento vem de longa data, pois se fixa cada vez em que as circunstâncias exigem. Os atos de coragem e heroísmo são vistos  e transmitidos ao vivo pelas TVs. Então, sejam coerentes: as medalhas não servem para pagar a conta da família do bombeiro no supermercado.    

CUIDADO NAS DECISÕES
A vida sempre apresenta momentos em que temos que tomar atitudes. E, às vezes, elas nos conduzirão a certas conclusões que não esperamos. Acredito que, nesse caso dos Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro, eles não acreditavam que iriam ser presos pela justa reivindicação que faziam; de auferirem melhores salários. Entretanto, os excessos cometidos, como o da tomada do quartel e as manifestações violentas de alguns entre eles, levaram a Justiça, num primeiro momento, a colocar os envolvidos presos. Posteriormente, vimos que a mesmo Poder Judiciário, atendendo ao pedido de habeas corpus, determinou a soltura deles permitindo-lhes responder em liberdade ao processo instaurado.

SENTIDO ESPIRITUAL
Considerando o ocorrido acima também no sentido espiritual: cada ação representa uma decisão. Entendemos que todos os homens têm, diante de Deus, uma grande responsabilidade quanto aos atos praticados.
Quando Deus percebeu que o seu povo já se prostrava diante do falso deus Baal, e praticando a idolatria se distanciava mais e mais dos Seus ensinamentos; determinou a Elias, o profeta, que, como Seu representante fizesse uma pergunta ao povo de Israel:  
Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o Senhor é Deus, segui-o, e se Baal, segui-o. Porém o povo nada lhe respondeu (1Rs 18.21).
O que vemos na sequência é que o profeta teve que, diante do povo, praticar um ato de extremo perigo para ele próprio, quando desafiou os adversários a fazerem com que o falso deus os respondesse. Como ele, Baal, nem as forças espirituais da maldade representadas por ele, responderam; chegou a vez de Elias pedir ao verdadeiro Deus, criador dos céus e da Terra, que fizesse um sinal. A reposta à oração de Elias veio imediatamente com a manifestação do poder desde os céus. Só assim, todo o povo respondeu em alta voz:
Só o Senhor é Deus! Só o Senhor é Deus! (1Rs 18.39).

RESPONSABILIDADE PESSOAL
Agora, voltando esse foco da “decisão” para a individualidade humana, eu e você somos responsáveis por nossos atos diante dos homens e, o mais importante, diante de Deus!
Ainda bem que temos à nossa disposição um excelente orientador; o Seu nome é Jesus e, com grande amor, Ele nos diz:
Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.  Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas (Mt 11.28,29).

Sob quaisquer circunstâncias da vida leia a Bíblia Sagrada e peça ao Senhor orientação para quando houver necessidade de uma tomada de suas decisões.

                                                                                          Pr. Renato Moura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O seu comentário sobre essa matéria será bem recebido.