sexta-feira, 29 de julho de 2016

MODELO PARA CELEBRAÇÃO DE CASAMENTO RELIGIOSO EVANGÉLICO - Estamos aqui neste templo de Deus, que é um lugar também chamado e reconhecido como “Casa de Oração”, na presença destas testemunhas e da igreja, enquanto povo de Deus; representando de um lado a sociedade...

Quero deixar claro aos irmãos pastores e oficiais da igreja que este é apenas um exemplo para o ritual. As adaptações que forem cabíveis podem ser incluídas. Como exemplo há o caso da inclusão de números musicais.
Entretanto, convém lembrar que deve-se ter cautela para não estender a cerimônia em demasia, porque seria cansativo e desnecessário. E, além disso, acarretaria prejuízo à compreensão da cerimônia propriamente dita.

INÍCIO DO CASAMENTO
1. A IGREJA EM PÉ – Estamos aqui neste templo de Deus, que é um lugar também chamado e reconhecido como “Casa de Oração”, na presença destas testemunhas e da igreja, enquanto povo de Deus; representando de um lado a sociedade do estado brasileiro, e de outro lado representando a comunidade dos santos em Cristo Jesus.

Hoje, dia ___de_____de 2016 – dia escolhido pelos noivos ________ e _______, para ser oficializada a solenidade do enlace matrimonial entre ambos, pela graça de Jesus Cristo, Nosso Senhor e Salvador.

ORAÇÃO:
2.         Senhor Nosso Deus, Santo e Poderoso, cheio de graça e de misericórdia; o que realizarmos aqui, será segundo os teus conselhos, orientações e preceitos.  Ajuda-nos para que tudo seja perfeito, duradouro e suficiente. Porque tu és aquele que é, que era, e que há de vir.
Por isso, Senhor, te suplicamos, sê presente com as tuas bênçãos, assim como estiveste presente naquele casamento em Caná da Galiléia.
Jesus! Que possamos desfrutar da tua divina companhia e assistência nesta cerimônia.
Pedimos que a tua ajuda, direção e bênçãos estejam continuadamente na vida da irmã ___________ e do irmão ___________. Porque eles estão aqui para pactuarem diante de Ti e destas testemunhas, o compromisso que fazem entre si.
Que no futuro, a lembrança desta cerimônia santa os fortaleça a cada dia. Que os filhos que eles tiverem, se o Senhor permitir, venham saudáveis e sejam bênçãos para a família e para honra do Teu Nome.
                        Deus Santo, que o Teu poder, amor e benignidade ajude este casal hoje e sempre. E que todos os que aqui estão, também sejam abençoados.          Assim, Senhor, concede a Tua graça neste casamento, em nome de Jesus! Amém.

3.      PODEM OCUPAR O ASSENTO.
Em nosso país, segundo o IBGE, 1,1 Milhão de casamentos são realizados por ano; sendo que 29,53% termina em divórcio. Isto representa o assombroso número de 324,9 Mil casamentos desfeitos a cada ano (dados de 2013).
Muitos desses casamentos começam bem, repletos de ternura, carinho, amor, companheirismo. Mas, quando surgem as dificuldades naturais da vida, porque elas vêm; pode ocorrer a falta de concordância ou opinião igual entre os cônjuges.
Então, logo ocorrem desavenças, atropelos e brigas... E se não houver serenidade, pelo menos de uma parte do casal, poderá culminar numa crise e depois num fim desastroso.
Queridos nubentes, vocês Não devem permitir que os impulsos da própria personalidade conduzam a vida. Porque as decisões e atitudes impensadas e repentinas acabam ferindo a outra parte. As palavras ásperas ferem, e ferem muito, causam aborrecimentos, tristezas e mágoas.
  
Isso acontece porque ultimamente as bases do casamento têm sido enfraquecidas, diminuídas e desprezadas ao extremo...
O segredo para um casamento feliz está em fundamentá-lo no amor de Deus. Assim o amor, a ternura e a compreensão entre vocês, mesmo nas dificuldades, terão um exercício eficaz e natural.
Por isso ___________ e __________, vcs devem buscar todos os dias agradar um ao outro. Uma palavra de carinho no final do dia ajuda... E muito!
Ele ao voltar do trabalho pode elogiar a sua esposa e dizer: Querida como vc esta linda! Vc vai ver o resultado...
Ela ao recebê-lo em casa pode dizer: Meu amor, como foi o seu dia? Sabe, eu pensei em você o dia inteiro. Êh benção!
Assim, vcs devem empregar o maior esforço para colocar os ensinamentos da palavra de Deus como base neste casamento.

4.       Onde buscar essa base: Lendo a Bíblia Sagrada
Mt 19.5,6a – (Gn 2.24) 5 Disse Jesus: Portanto, deixará o homem pai e mãe, e se unirá a sua mulher, e serão dois numa só carne? 6a Assim não são mais dois, mas uma só carne.
Hb 3.4  Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula.
Em outras palavras: O casamento é digno de honra entre todos.

5.     INSTRUÇÕES PARA A NOIVA: irmã____________.
I Pd 3.1 Semelhantemente, vós, mulheres, sede sujeitas aos vossos próprios maridos; para que também, se alguns não obedecem à palavra, pelo porte de suas mulheres sejam ganhos sem palavra.

Ef 5.22-2422. Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor;
23. Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo.
24. De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos.

6.     INSTRUÇÕES PARA O NOIVO: irmão__________.

I Pe 3.7 Igualmente vós, maridos, coabitai com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais fraco; como sendo vós os seus co-herdeiros da graça da vida; para que não sejam impedidas as vossas orações.

 Ef 5.25-33
 25. Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se
entregou por ela, 26. para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra, 27. para apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível.
28. Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.
29. Porque nunca ninguém odiou a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta, como também o Senhor à igreja;
30. Porque somos membros do seu corpo, da sua carne, e dos seus ossos.
31. Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e se unirá a sua mulher; e serão dois numa carne.
32. Grande é este mistério; digo-o, porém, a respeito de Cristo e da igreja.
33. Assim também vós, cada um em particular, ame a sua própria mulher como a si mesmo, e a mulher reverencie o marido.
  • O quê a sociedade/governo espera desse casamento? Que vcs sejam um casal de boa moral, que não crie problemas p/autoridades, cumpridor dos seus deveres e bons contribuintes aos cofres públicos com os impostos e taxas oficiais.
  • O quê a igreja espera desse casamento? Que vcs sejam um casal saudável, próspero e abençoado; que sejam constante nas reuniões evangélicas e que estejam dispostos a auxiliar nos trabalhos da igreja. Um casal que trabalha... Não que dá trabalho! Que se Deus permitir que tenham filhos, que vcs possam criá-los no temor do Senhor.
  • O quê Deus espera desse casamento? Que vcs sejam um casal dedicado às coisas divinas; Que o reino de Deus esteja em primeiro lugar em suas vidas; Que sejam exemplo para outros e que, acima de tudo, vcs sejam felizes! Essa é a vontade de Deus! E a nossa também. Que o Senhor Jesus os ajude e abençoe poderosamente!

7. CANTICO DE LOUVOR

8.  VOTOS MATRIMONIAIS

Dirigindo-se ao noivo, o Pastor oficiante perguntará:
Fulano de tal – Você recebe esta mulher como sua legítima esposa, para viver com ela no santo estado do matrimônio, segundo o que foi ordenado por Deus? Você promete amá-la, honrá-la, cuidar dela na saúde ou na enfermidade, e rejeitar qualquer tipo de aventura pecaminosa e reprovável, ser fiel a ela enquanto os dois viverem?"
O noivo responderá: "Sim, prometo."

Dirigindo-se à noiva, o Pastor oficiante perguntará:
Fulana de Tal – Você recebe este homem como seu legítimo esposo, para viver com ele no santo estado do matrimônio, segundo o que foi ordenado por Deus? Promete amá-lo, honrá-lo, obedecê-lo e cuidar dele na saúde ou na enfermidade, e rejeitar qualquer tipo de aventura pecaminosa, ser fiel a ele enquanto os dois viverem?
A noiva responderá: "Sim, prometo."

Dirigindo-se aos dois, o Pastor oficiante dirá:
"Segurem um na mão do outro e repitam cada um comigo:

O noivo repetirá as palavras que o Pastor oficiante dirá:
Eu, __________ – recebo você, _________, como minha legítima esposa, para que nós dois sejamos um só, deste dia em diante, para os bons dias e para os dias maus, em riqueza ou em pobreza; em prosperidade ou em adversidade, para cuidar de você e lhe amar, até que a morte nos separe.

A noiva repetirá as palavras que o Pastor oficiante dirá: Eu, ________ – recebo você, __________, como meu legítimo esposo, para que nós dois sejamos um só, deste dia em diante, para os bons dias e para os dias maus, em riqueza ou em pobreza, em prosperidade ou em adversidade, para cuidar de você e lhe amar, até que a morte nos separe.

9. ENTREGA DA ALIANÇA: Dirigindo-se aos dois, o Pastor oficiante perguntará: O quê vocês entregam um ao outro como sinal destes votos?

O noivo dará a aliança ao Pastor, que dirá:
Gn 9.12 - A Bíblia diz que quando Deus fez um pacto com Noé, colocou no céu um arco-íris como sinal do pacto, e disse: E eu o verei para me lembrar da aliança eterna.
"Da mesma forma, é bom termos um sinal que nos lembre a realização deste solene ato nupcial. Vocês escolheram estas alianças como sinal de seu matrimônio.

A aliança é feita de metal precioso, que representa os vínculos que unem esposos e esposas. É uma circunferência sem fim, simbolizando a união perpétua entre vocês.

Dirigindo-se ao noivo, o Pastor oficiante dirá: _______...
Tome esta aliança, coloque-a no dedo anular de sua noiva e repita comigo:
Esta aliança é o sinal que neste dia eu me casei com você, e lhe faço dona também de todo o meu ser. Por este ato declaro diante de Deus e das testemunhas que, a recebo como minha esposa e lhe serei esposo trabalhador, honesto e fiel.

Dirigindo-se à noiva, o Pastor oficiante dirá: ________.
Tome esta aliança, coloque-a no dedo anular de seu noivo e repita comigo: Esta aliança é o sinal que neste dia eu me casei com você, e lhe faço dono também de todo o meu ser. Por este ato declaro diante de Deus e das testemunhas que o recebo como meu esposo, e que lhe serei ajudadora, honesta e fiel esposa.

O Pastor oficiante dirigindo-se aos noivos dirá:
Com esta união, vocês iniciam uma vida nova com maiores responsabilidades. “Eu lhes exorto a serem fiéis aos votos que vocês fizeram”. Vocês encontrarão a verdadeira felicidade se cumprirem com as obrigações que acabam de assumir.


10. DECLARAÇÃO DO PASTOR OFICIANTE

O Pastor oficiante pedirá que os noivos se AJOELHEM e dirá: “Visto que vocês já declararam sinceramente o desejo de unirem-se em matrimônio e, diante de Deus e da igreja de Cristo aqui representada confirmaram dando e recebendo as alianças”...
Eu os declaro marido e mulher em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Aqueles aos quais Deus uniu, que ninguém os separe. (Mateus 19.6b).

O Pastor dirá ao noivo: __________ proteja esta mulher que agora se submete ao seu cuidado, e se esforce por viver no amor de Deus, de tal maneira que, nenhuma ação ou palavra sua lance amargura sobre seu rosto, nem encham os seus olhos de lágrimas.
O Pastor dirá à noiva: __________se esforce para conservar com suas virtudes o coração que você conquistou com sua graça.

O Pastor dirá à noiva e ao noivo__________ e _________: Não admitam que na voz de vocês, desapareçam os tons de carinho, nem deixem que seja tirado o brilho dos olhos que resplandeceram até aqui. E, acima de tudo, permitam que Deus sempre ocupe o trono deste novo lar.

11. BÊNÇÃO PASTORAL
"O Senhor os abençoe e os guarde. O Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre vocês e tenha misericórdia de vocês. O Senhor sobre vocês levante o seu rosto e lhes dê a paz."
O Pastor pedirá que o casal que se ponha em pé e os cumprimentará.

12. ASSINATURA NO LIVRO DE REGISTRO DE CASAMENTOS DA IGREJA.

CUMPRIMENTO AOS NOIVOS – PELOS PADRINHOS

FINAL: SAÍDA DOS NOIVOS
SAÍDA DOS NOIVINHOS E FLORISTA
Saída dos padrinhos

                                                                                                   Pastor Renato Moura


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O seu comentário sobre essa matéria será bem recebido.