sexta-feira, 1 de julho de 2016

Anhanguera - UniABC - Direito - A partir do 2º semestre de 2016 a maioria dos colegas definiu a transferência para a Unidade de Santo André. ...E em breve, se tudo... É claro que dependerá muito do esforço de cada um e da Graça de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo...

Bem, a partir do 2º semestre de 2016 a maioria dos colegas definiu a transferência para a Unidade de Santo André. Assim estaremos cursando o 4º ano do nosso curso de Ciências Jurídicas e em breve, se tudo correr como esperamos, estaremos nos formando. É claro que dependerá muito do esforço de cada um e da Graça de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo; a graça benfazeja Ele sempre nos dá, porém a disposição para enfrentar o estudo noturno, depois de um dia repleto de atividades, nem sempre temos. Por isso, esperamos juntar a força espiritual com o esforço físico para galgarmos aquilo que temos proposto. Estamos conseguindo... Gradativamente estamos chegando lá! Os dias estão passando velozmente que até parece que alguém apertou a tecla “speed”, e esta “velocidade” nos levará, sem dúvida, ao patamar desejado.  
Aproveitamos este espaço para agradecermos aos Mestres que, abnegadamente, têm conseguido passar parte dos seus conhecimentos jurídicos e, respeitando a ética, para enriquecer a nossa capacidade cognitiva, até os de cunho particular/profissional.
Lembremos que acertadamente afirma a Bíblia Sagrada que a ciência, nos últimos dias, se multiplicaria (Dn 12.4); isto é a mais pura verdade! A prova inconteste é que na era digital ou era da informação, as empresas de dados aumentam o conteúdo de armazenagem à cerca de 100% a cada 20 meses. Todas as áreas do conhecimento humano têm sido alteradas quase que instantaneamente, ao ponto de alguns dizerem que, o que se aprende hoje pode ser considerado ultrapassado amanhã.  
Sabendo disto colegas, envidemos nossos esforços porque comprovadamente a nossa área é extremamente dinâmica, ainda mais considerando que estamos no Brasil, onde o Poder Legislativo (Congresso Nacional) é composto por 81 Senadores e 513 Deputados Federais, os quais representam as 27 unidades da federação que formam o país. E que cada uma das 27 unidades, em se tratando do Poder Executivo, tem uma autoridade máxima no âmbito estadual. Então, temos 27 governadores e estes, seus secretários, além dos 5.570 prefeitos e respectivos legisladores/vereadores nas 5.570 câmaras municipais dos municípios brasileiros. O comando geral da nação é exercido atualmente pelo chefe do Executivo (Presidente Interino, Michel Temer), mais um número, até hoje meio incerto, de Ministros que, submissos à Constituição Federal são inspecionados pelo Poder Judiciário, o qual nessa esfera é composto do STF-Supremo Tribunal Federal, com 11 Ministros, CNJ-Conselho Nacional de Justiça, com 15 Conselheiros e o STJ-Superior Tribunal de Justiça com 33 Ministros, depois temos os TRF-Tribunais Regionais Federais, os Juízes Federais, os Tribunais e Juízes do Trabalho, os Tribunais e Juízes Eleitorais, os Tribunais e Juízes Militares e os Tribunais e Juízes dos Estados, do Distrito Federal e Territórios.
Desta forma, este contingente de servidores públicos agregado a outros não mencionados, é influenciado por inclinações interiores ou exteriores, quer admita ou não! e tem à mão a caneta pronta para assinar um projeto, uma lei, um ato administrativo que seja, e nós não podemos esquecer como era, entender como será, e a partir de quando (“vacatio legis”) a inovação  entrará em vigor efetivamente; sem contar as implicações inerentes. (Os volumes destas tantas incontáveis publicações arqueavam as estantes das bibliotecas; ainda bem que inventaram o “Chip”). Somando-se a isso tudo, não esqueçamos do equilíbrio do país no cenário internacional. “Ufa” só de pensar já cansa!
Diferente da Medicina que tem como alvo a estrutura física e mental do Homem, o seu bem estar em relação a sua completude, que desde a época do Jardim do Éden é o mesmo, como confirmado bem mais recentemente por Hipócrates (460/370 a.C.), considerado o “Pai da Medicina”.
Diferente também, de todas as ciências que se debruçam sobre a “Matemática”, (Engenharia, Agronomia, Economia, Arquitetura, Arqueologia e outras), pois esta é a mesma desde os tempos mais remotos, passando por Pitágoras (571/470 a.C.) a David Hilbert (1862-1943 d.C) e outros mestres dos números e cálculos. Desta maneira, verifica-se que nas demais áreas do conhecimento o que é variável e devia ser aprendido, é apenas algo que não precisava ser inventado, só descoberto, pois já estava lá.
Desta forma queridos, a tarefa no Direito é a mais árdua porque advém da mais incompreendida, complicada e habilidosa seção laboratorial de TI (Tecnologia da Informação) de todos os tempos: a cabeça do ser humano na sua capacidade inventiva de construir com esmero e desconstruir tudo depois, e, se ineficaz, reconstruir tudo tantas e quantas vezes julgar necessário.
E aqui estamos! na quarta etapa de um total de cinco desta competição. Se desistirmos, perderemos mais da metade do caminho percorrido. Se avançarmos, a distância será menor do que aquela que já trilhamos.
Que Deus ajude, dê forças e incentive a todos nós!
                                               

                                                            Renato Moura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O seu comentário sobre essa matéria será bem recebido.