quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

ESCOLA BÍBLICA - EXPERIÊNCIA COM DEUS

Lendo na Bíblia, o Velho Testamento, aumentamos o nosso conhecimento sobre Deus. Seus poderosos e imutáveis atributos, bem como, o seu grande amor para com o ser humano decaído, na ignorância, no engano e na desobediência.
E, ao meditarmos nas páginas do Novo Testamento, passamos não só a receber informações a respeito da concretização do grande projeto de restauração da raça humana, mas, também, recebemos a oportunidade de interagirmos com as verdades ali inseridas. Verdades que proporcionam eficaz salvação àqueles que crêem em Jesus Cristo, principal personagem de todo o conteúdo das páginas sagradas.
Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado (Mc 16.16).
E ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora é chegada a salvação, e a força, e o reino do nosso Deus, e o poder do seu Cristo (Ap 12.10a).
Porém, não podemos esquecer que ao sermos agraciados com essa tão grande salvação, ainda somos beneficiados pelas diretrizes morais e sociais contidas nesse surpreendente livro.
Vejamos agora o versículo a seguir, para comprovarmos como a vida do crente pode e deve ser abençoada:
O amor seja não fingido. Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem (Rm 12.9). Isso é bênção para a alma!
Mas, medite ainda:
Não me dês nem a pobreza, e nem a riqueza; dá-me o pão que me for necessário; para não suceder que, estando eu farto, te negue e diga: Quem é o Senhor? Ou que empobrecido venha furtar e profane o nome de Deus (Provérbios 30.8,9).
Como a “Palavra de Deus” é maravilhosa! Você concorda ou quer ver mais? E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará (Jo 8.32).

Estude a Bíblia Sagrada e obtenha a sua experiência pessoal com Deus!
Que tal você tomar parte no ensino mantido pela EBD – Escola Bíblica Dominical?
Venha nesse domingo participar gratuitamente do estudo sistematizado da Bíblia.

© R.Moura – Publicação Livre – desde que indicado o autor.


segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

OS DOIS LADOS DA MOEDA. E Jesus disse: De quem é esta efígie e esta inscrição?


E Jesus lhes disse: De quem é esta efígie e esta inscrição? Eles lhe responderam: De César. Então ele lhes disse: Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus. Mateus 22.20,21

Em todo tempo, homens e mulheres têm sofrido preocupações em suas vidas, quando lhes sobrevêm a falta de dinheiro. Os Cristãos também passam por isso, e até um certo ponto, é natural. Porém, alguns chegam a desesperar-se de tal maneira, que dão a impressão que nunca conheceram a genuína fé. Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se transpassaram a si mesmos com muitas dores. 1 Timóteo 6.10

Uma ansiedade muito grande, um vazio interior, uma falta de proteção, um descontentamento generalizado. Todas essas reações são sentidas, em maior ou menor grau, conforme a pessoa. Ou conforme o montante que se presume ser necessário, para solucionar os seus problemas.
Por outro lado, vemos pessoas abastadas, para os quais, aparentemente, não falta nada, que sofrem tudo isso; e muito mais, porque amam ganhar dinheiro. Fazem tudo pelo dinheiro! Se esforçam demais, trabalham demais, fazem negócios honestos e também fazem negócios escusos. Atropelam, ofendem, magoam, e nem se apercebem de nada. Tudo normal ! Tudo por amor ao dinheiro !
O que está acontecendo com o Cristianismo ? Será que o “deus dinheiro” fala assim tão alto aos corações ?

E você, qual é o seu problema ? Falta de dinheiro, ou apego demasiado e desordenado a ele ? Qual é a sua dificuldade ?
Seja qual for, não deixe que a necessidade, ou o amor ao dinheiro aflija o seu coração, e cause descompasso tirando do ritmo normal todos os seus sentimentos.
Dê ouvidos a voz de Deus ! A voz do SENHOR é poderosa; a voz do SENHOR é cheia de majestade. Salmos 29.9

Você não deve se preocupar em demasia, com as finanças. O rei Davi, pai de Salomão, afirmou em oração, que Deus tem todas as condições de proporcionar-nos a vitória. Vejamos: Tua é, SENHOR, a magnificência, e o poder, e a honra, e a vitória, e a majestade; porque teu é tudo quanto há nos céus e na terra; teu é, SENHOR, o reino, e tu te exaltaste por cabeça sobre todos. 1 Crônicas 29.11

E, Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador enfatizou aos seus discípulos: Portanto vos digo: Não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre o que comereis, nem pelo corpo, sobre o que vestireis. Mais é a vida do que o sustento, e o corpo mais do que as vestes. Considerai os passarinhos, que nem semeiam, nem segam, nem têm despensa, nem celeiro, e Deus os alimenta; quanto mais valeis vós do que as aves? E qual de vós, sendo solícito, pode acrescentar um côvado à sua estatura? Pois, se nem ainda podeis as coisas mínimas, por que estais ansiosos pelas outras? Considerai os lírios, como eles crescem; não trabalham, nem fiam; e digo-vos que nem ainda Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como um deles. E, se Deus assim veste a erva que hoje está no campo e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé? Não pergunteis, pois, que haveis de comer, ou que haveis de beber, e não andeis inquietos. Porque as nações do mundo buscam todas essas coisas; mas vosso Pai sabe que precisais delas. Lc 12.22-30

Ë necessário aceitar a palavra de Deus ! Crer nela, e praticar a palavra. Só assim você poderá viver infinitamente melhor !
Se você está sofrendo por causa de dinheiro, vá até o altar do SENHOR, e ore. Peça a Ele, condições para vencer a sua dificuldade.
Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno. Hb 4.16
A Bíblia Sagrada nos dá muitos conselhos sobre como não nos apegarmos ao dinheiro, e, como sermos supridos de tudo. Não raras vezes, Deus proporciona condições aos seus servos fieis, para que eles consigam o necessário, sem valores, sem usar dinheiro algum.
Ó vós, todos os que tendes sede, vinde às águas, e os que não tendes dinheiro, vinde, omprai, e comei; sim, vinde, comprai, sem dinheiro e sem preço, vinho e leite. Isaías 55.1
© Pr. R. Moura – Publicação livre – se indicado o autor.

ATALHOS DA ILUSÃO. Dessa maneira não assumem as responsabilidades inerentes, as quais lhes seriam atribuídas, caso admitissem a conformidade bíblica...


ATALHOS DA ILUSÃO
Renato Moura

É imensamente grande o número de pessoas que se agarram a determinados atalhos ilusórios para não entrarem no caminho da realidade.
Dessa maneira não assumem as responsabilidades inerentes, as quais lhes seriam atribuídas, caso admitissem a conformidade bíblica. E assim, vivem explicando o que não podem explicar, esperando o que nunca acontece, fazendo planos que nunca se realizam.
Muitos sabem que não existe a menor chance de ser obtido o êxito almejado, seja ele físico, material, espiritual ou mesmo sentimental; se não houver uma mudança de 180° (alguns chegam a 170°). Mesmo assim, fraudando a si próprios persistem iludidos nos descaminhos do engano.
Porque há e sempre haverá uma exigência, um contra-peso; eles passam a vida toda fugindo dos encargos. Dessa forma, não encontram a possibilidade de usufruir os “tesouros escondidos” que a vida dispõe para os sinceros que, ao levantarem pela manhã, dizem bom dia e esforçam-se para procurá-los. Mas, Deus continua falando a eles e a todos nós:
Vinde então, e argüi-me, diz o Senhor: ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã. Se quiserdes, e obedecerdes, comereis o bem desta terra (Isaías 1.18,19).
© R Moura – Publicação livre – se indicado o autor.

O SUSTO DAS FLORES. Sem camuflagem a mistura do fel vem contrastando com a primavera...


O SUSTO DAS FLORES
                  Renato Moura

Só, na vereda entre a terra e o céu;
Nem o fôlego sinto diante da espera.
Sem camuflagem a mistura do fel
Vem contrastando com a primavera.


Onde está o túnel que não o vejo?
Será que por inteiro ele foi abolido?
E a luz que rutila, findou no despejo?
Eu errei o caminho? está tudo perdido?

Em esforço gigante entreabro a vista,
Com a alma vejo o que eu mais queria.
As flores se mostram, são muitas, dão a pista:
Alterando a rua, o caminho em um jardim.
Ou será que a florescência não estaria,
Decorando a urgência do retângulo para mim?

Prepara-te, ó Israel,
para encontrares com o teu Deus (Amós 4.12b).

© R. Moura – Publicação livre – se indicado o autor.

domingo, 24 de fevereiro de 2008

O TRAVESSEIRO DO BEIJA-FLOR... Hoje redescobri o sal suando, e as lágrimas na face que se amedronta...


O TRAVESSEIRO DO BEIJA-FLOR

Com razão e sem. Cem vezes, sim!

Mas o não é imperativo, fosco, tosco, negativo... Mas, também é positivo sim, ao mesmo tempo. E misturando emoções com o peso amargo-fel das situações imaginárias, mas, que foram criadas, erguidas e feitas concretas... Outro tombo, outro baque desnudando e demonstrando que o nosso amor consistente – não existe. Ele é inconseqüente, frágil, transitório e cruel!

Perderam-se as ilusões da ingenuidade, da doçura e da pureza inexistente.

Ele... Deixou ferida e agonizante a euforia da presença, do desejo, do beijo e das ilusões secretas. O amor...? Não! O imprevisto.

Confesso: os meus olhos não sorriram mais. Mas, as lágrimas... “Ah” elas lavaram a fronha do meu travesseiro. E justo agora, quando o outono se aproxima...

Eu que deduzi que teria o frescor da brisa e das águas calmas cristalinas. Hoje redescobri o sal suando, e as lágrimas na face que se amedronta diante do silêncio na madrugada adentro.

Nunca conjuguei o verbo emudecer, por isso, tenho que me manifestar e permanecer... Não mais nesse ir e vir, para não explodir - por dentro. E se o telefone não tocar em 5 minutos... Melhor, 10 minutos... Não! Trinta minutos... Trinta minutos, nem um segundo a mais! Se eu não receber a sua ligação, inocente, mas, verdadeira e consciente, me pedindo perdão. Não voltarei; jamais! Não. Porque essa maleabilidade fica além da minha capacidade terrena. E além do mais, eu não volto atrás, porque aí sim, eu estaria entrando na outra centena.

O amor foi feito para ser comovido, vivido e sentido de uma forma tranqüila, boa, serena... Cintilante também, multicor... No alvorecer do dia; como nas asas de um beija-flor. Porque ele vem, e com seu vôo ligeiro passa. Mas, deixa estampada na lembrança, o que nem a gente sabia: a beleza da sua graça.

Mas ele sempre volta... Atrevido volta; seguro e desinibido... Tão lindo, tão singelo... Parece que diante dele não há espinho! Será que ele tem travesseiro no ninho? E apenas num piscar de olhos; sem tirar nem por, me vejo voando também... Nas asas do amor!

Ah! Que pena! Com suas penas, multicolorido beija-flor... Você vai e volta ligeiro, mas, o meu ser, aqui, é prisioneiro do descompasso!

Esvaíram-se os minutos; esgotou-se o tempo!

E agora? o que é que eu faço?

© Renato Moura – publicação livre – se indicado o autor daaeudta

Disse Jesus:
Até os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. Não temais pois; mais valeis vós do que muitos passarinhos (Lucas 12.7).

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

1 Cp. de PERDÃO 1.200 mg. 2 vezes ao dia - É uma palavra fácil de dizer... Você concorda? Não? Vamos... Vamos - é fácil sim...




DESTAQUE:

1 Cp. de PERDÃO 1.200 mg.
2 vezes ao dia

Pr. Renato Moura
Espero que os 5 trabalhos abaixo sejam do seu agrado!
NOVO RUMO
Com Cristo deixarás o vale de lágrimas,
E surgirá um novo tempo, que já está perto.
Chuvas de bênçãos marcarão as suas páginas,
E sorrirás da ameaçadora solidão do deserto.
Não desperdice forças com jóias pequenas,
Porque em breve um tesouro vais alcançar.
Põe todo o esforço, na escalada apenas,
Exercita a tua fé; sobe ainda este patamar.
Mas, uma questão ainda perturba a tua mente,
Que de tanta pressão se mostra incompreensível.
É a névoa insana, cada vez mais presente...
Entretanto, suba; desliza no céu com garbo prumo.
Se tu podes crer, a Palavra diz: a ti, tudo é possível.
Com os olhos de águia, vê – Deus te dá um novo rumo!
Os que esperam no Senhor renovarão as forças,
subirão com asas como águias; correrão, e não se
cansarão; caminharão, e não se fatigarão (Isaías 40.31).
©Pastor Renato Moura – Publicação livre – se indicado o autor.

PESCAR DE NOVO
No mar, o desencanto da ruptura
Sacode nas pedras o véu espumante.
E rebrilham os círculos de ternura,
Em blocos esparsos esvoaçantes.
E nos tênues lampejos das lembranças,
Só vêem parcas migalhas em fragmentos.
Foram tantas ardências de esperanças
Que saíram da tela, fugiram nos ventos.
Mesmo assim, a persistência amarra a linha.
E vem despejando na areia, o canto do sol.
E de repente, vê-se no ocaso que se avizinha,
Que os homens do mar se reanimam, embora...
Trabalhem na trama como se fora um lençol.
E refeitas as redes, saem de novo, antes da aurora.
E Jesus lhes disse: Vinde após mim,
e eu farei que sejais pescadores de homens.
(Marcos 1.17)
©Pr. Renato Moura – Publicação livre – se indicado o autor.

MINHA CONFISSÃO
De vez em quando,
Desnudo a vida.
Quando a chuva desliza,
Descendo a subida.
E o agudo espamo machuca,
No sopro da telha que geme.
Batendo a janela que escuta,
No vidro escorrido que treme.
Por que se desfaz a desdita,
Em copioso pranto por mim?
Não fora eu a lamúria
Do infausto terrível no fim?
Ou foi a insônia sombria,
Daquela dura cama cinzenta
Que faz as noites mais frias,
Faltar-me o véu que acalenta?
Resigno-me a cada manhã,
Ante a profusa luz que brilha.
Quando eu voltar, voltarei no afã,
Vou palmilhar de vez: minha trilha.
Disse Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida;
ninguém vem ao Pai senão por mim (Jo 14.6).
©Pr. Renato Moura – Publicação livre – se indicado o autor.

PERDÃO
É uma palavra fácil de dizer... Você concorda?
Não? Vamos... Vamos - é fácil sim!
Experimente... faça uma forcinha. “Vaaamos”...
Põe os lábios ligeiramente para dentro da boca...
Aperte-os um pouco.
Isso mesmo!
Enche a boca de ar. Não muito, menos da metade dá.
“Ei” não se acanhe!
Já tem um pouco de ar na boca? tem? ... Ótimo.
Agora pense na palavra: PERDÃO.
Está pensando? mesmo?
“Peeense”: per... perdão!
Bem, você está conseguindo... está com os lábios para dentro;
Tem uma relativa quantidade de ar presa dentro da cavidade bucal;
E o que é de extrema importância:
se esforçou e está pensando na palavra “perdão”.
É AGORA: vamos! ...tenha confiança em Deus!
“Fooorça”! você consegue!
Agora fale: PERDÃO.
– PERDÃO!
“Uuufá” Parabéns!
Viu como foi fácil?
O pão nosso de cada dia nos dá hoje; e perdoa-nos as nossas dívidas,
assim como nós perdoamos aos nossos devedores. (Mateus 6.11,12).
© Pr. Renato Moura – Texto livre, se indicado o autor

1 Cp. de PERDÃO 1.200 mg.
2 vezes ao dia
A excessiva excitação do Sistema Nervoso Central, pode ser decorrente de sensações como: a ansiedade ou o medo. Essa excitação, geralmente, se dá pela interpretação de situações de perigo. E, às vezes, a diferença entre uma e outra é imperceptível. Entretanto, o medo ocorre mais por ação real e concreta; enquanto a ansiedade tem características mais ausentes. A ansiedade provoca sinais psicológicos que apontam o cruzamento entre o físico e psíquico. Já que leva a sintomas físicos como: a batedeira (taquicardia), a transpiração (sudorese), tremores, dor nas costas (tensão muscular), além de dor de cabeça (cefaléia) e desarranjos urinários e intestinais.

Esse estado ansioso que alguns dos nossos irmãos sofreram no passado, fora desencadeado pelo perigo da perda da vida biológica, que lhes era real e verdadeiro.
Hoje, porém, muitos sofrem ansiedade pela possibilidade da perda de conforto, de poder econômico, perda de status, de afetos, de amizades, vantagens, privilégios, entre outras tantas mais. Quantos passam dias e noites se corroendo e se martirizando, pensando naquela pessoa que fez algo desagradável...
Para alívio imediato e duradouro aqui vai uma receita que tem um efeito extraordinário.

Exercícios diários de:

1) Benevolência – promova o bem indistintamente;
2) Cortesia – trate a todos com amabilidade;
3) Prudência – tendo por base a sabedoria da “Palavra”;
4) Honestidade – pratique os princípios bíblicos;
5) Boa-fé – oriente-se pelo Espírito Santo de Deus.
. . .
E para ingerir: tomar 1 Comprimido de PERDÃO de 1.200 mg., 2 vezes ao dia.
Um pela manhã, em jejum; outro à noite, ao deitar.
E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores (Mt 6.12).
De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus (Fp 2.5).


Que Deus nos abençoe!
© Renato Moura – publicação livre – se indicado o autor

WORLD TRADE CENTER A TRAGÉDIA - MEU TESTEMUNHO







Pr. Renato Moura
Meu Testemunho inserido na página da CPAD
WORLD TRADE CENTER
A TRAGÉDIA
Terça-feira, 11 de setembro de 2001, 6h55 da manhã - Aeroporto Logan, em Boston... Através do serviço de alto-falantes foi emitido o aviso para embarque: ...Senhores passageiros da American Airlines, com destino a Los Angeles, vôo 11. Entrada pelo portão.... "E Atenção, passageiros da United Arlines, última chamada, para vôo 175, Logan - Los Angeles. "Vôo 175, última chamada!" No saguão do aeroporto, pessoas agitadas se dirigiam para os portões de embarque. Eram alguns retardatários, que se apressavam para não perderem a viagem ! O avião do vôo 11, um Boeing 767, decolou às 7h58. O vôo 175 da United Airlines, também um Boeing 767, partiu de uma pista próxima na mesma hora. No Aeroporto Internacional Dulles, perto de Washington, o vôo 77 da American Airlines, um Boeing 757, partiu para Los Angeles às 8h21. Outro vôo da United, o 93, decolou do Aeroporto Internacional Newark para São Francisco às 8h01.
Os aviões não tinham completado o número de passageiros. Levavam dois pilotos, e no máximo nove tripulantes. O que ninguém poderia imaginar, é que não haveria volta para aquelas decolagens.
TERRORISTAS
Cumprindo um plano maléfico para levar o pânico, o terror e a morte aos EUA, terroristas infiltrados, desviaram as rotas originais e fizeram com que as aeronaves voassem para um alvo e um destino trágico.
Um dos Boeigs 767, que decolou de Boston, explodiu por volta das 8h45 ao se chocar com a torre norte do World Trade Center, em Nova York. Quase meia hora depois, quando todos os meios de comunicação, especialmente a televisão, transmitiam ao vivo o incêndio provocado, aparece em cena o segundo avião que se choca contra a torre sul.
Milhares de pessoas estavam nos edifícios naquele momento, além de policiais e bombeiros que heroicamente atuavam em suas funções. O terror é espalhado para todo o mundo, ao vivo e em cores. Momentos após a colisão, houve o desmoronamento dos edifícios, não dando chance de sobrevivência aos seus inocentes ocupantes.
Em meio a tragédia, quando todos julgavam que tinham visto horror suficiente, Washington é atacada - um terceiro avião com passageiros, o Boieng 757 do vôo 77, da American Airlines, caiu sobre o Pentágono a sede da inteligência americana, destruindo centenas de vidas. E o outro 757 que decolou de São Francisco, cai também, num ponto intermediário entre Washington e Nova York, matando todos os seus ocupantes. Em todo o mundo, milhões de pessoas estavam atônitas. A sucessão das explosões, a dor, o choro e a morte, foram levados muito além das ondas de poeira e fumaça que se espalhavam com o fogo e o desmoronamento do World Trade Center em Nova York!
Presenciando a dimensão e a dor humilhante, que estes atos terroristas provocaram, e avaliando as conseqüências dessa tragédia; posso imaginar que com a primeira chama acesa no alto da torre, foi também aceso o estopim que fará eclodir a Batalha do Armargedon. Porque eles são espíritos de demônios, operadores de sinais, e se dirigem aos reis do mundo inteiro com o fim de ajuntá-los para a peleja do grande dia. Então os ajuntaram no lugar que em hebraico se chama Armagedon. Ap 16.14 a 16.
Entretanto, nessa oportunidade pretendo testemunhar sobre...

O MEU DRAMA PESSOAL
Extremamente chocado, triste e preocupado, a medida em que os fatos acima se desenrolavam, eu orava a Deus para que Ele tivesse misericórdia de possíveis vítimas sobreviventes, e também por parentes delas, de perto e de longe. Eu sabia que muitos estavam sofrendo como eu, pois a minha filha Adriana Samanta, conhecida por muitos em nossa Igreja no Ipiranga, estava lá nos Estados Unidos. Além de estar no país, onde esses acontecimentos terríveis se sucediam, ela estava na cidade de Boston. (Cidade de onde foram seqüestrados os aviões que explodiram nas torres). E além de estar em Boston, minha filha estava no referido aeroporto, com um bilhete para embarcar para uma viagem, num horário parecido com o do seqüestro.
Enquanto podíamos fizemos telefonemas para a casa onde ela se hospedara nessa cidade. E também, telefonamos para o destino da viagem, onde as primas iriam encontrá-la. Fomos informados que ela saíra cedo para o aeroporto. E as primas, no destino, esclareceram que ela não havia chegado e nem se comunicado.
Amigos e parentes, aqui no Brasil, ligavam-me nesse ínterim, pedindo notícias... A irmã Esther Bizarro Moura, minha mãe, também ligou. Ela estava orando e chorando desesperada. ...E a minha angústia aumentava cada vez mais!

DEUS É O NOSSO REFÚGIO
Bem irmãos! Acredito que muitos já passaram por situações difíceis em suas vidas, quando nos sentimos sem condições para fazer coisa alguma. Foi incapaz e impotente dessa forma, que eu me encontrei. Então, lembrei-me do versículo bíblico: Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia. Sl 46.1
Nós somos cristãos. Cristãos só, não! Somos evangélicos. E como evangélicos, devemos praticar e descansar nos ensinos descritos na Bíblia Sagrada!
Fiz de tudo para trazer à tona em minha memória, os versículos que me encorajariam e me trariam paz. Lembrei-me dos 5 nomes de Jesus, ditos pelo profeta Isaías: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. Is 6.9b; lembrei-me que: Tudo posso naquele que me fortalece. Fp 4.13; Pensei - Não sou digno ! E Jesus, falou ao meu coração: Pela graça sois salvos, mediante a fé, e isso não vem de vós; é Dom de Deus. Ef 2.8. ...Mas eu não mereço Senhor! Foi quando, mais uma vez, o Espírito de Deus insistiu: Nisto consiste o amor; não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou primeiro e nos enviou o seu filho como propiciação por nossos pecados. I Jo 4.10
Mesmo assim eu me sentia cansado. Os minutos e horas passavam devagar, eu só esperava em Deus, o meu Salvador! Mas, Jesus continuava falando comigo: Os jovens se cansam e se fatigam e os moços de exaustos caem, mas os que esperam no Senhor renovam as suas forças, sobem com asas como de águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam. Is 40.30,31 e ainda - Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou... Jo 14.27a.
Diante da aflição que eu estava passando resolvi orar e entregar; conforme aprendi desde menino nos bancos da nossa igreja, com o pastor Alfredo Reikdal. Então, eu disse: Deus! Entrego a minha filha Samanta, em tuas santas mãos. Faça-se mais uma vez, a tua soberana vontade!
Às 15h40, recebi um telefonema informando que inúmeros agentes do FBI haviam impedido a locomoção das pessoas por algumas horas no aeroporto de Boston. Mas, graças a Deus, minha filha estava voltando sã e salva, para o local onde ela estava hospedada anteriormente. Louvado seja para sempre, o nome do Senhor Jesus !

Renato Moura, AD Ipiranga, SP, Capital.
brother.moura@yahoo.com.br
© Pr. Renato Moura – Publicação livre se indicado o autor

sábado, 16 de fevereiro de 2008

A PAIXÃO DO PRIMEIRO NATAL ... Suspirando aquela mágoa. Respirando toda cruenta tortura presa



Assembleia de Deus - Vl. Prudente
Pr. Renato Moura

Três cruzes estaqueadas no tempo;
Uma petulante, outra arrependida.
No meio, o marco divisor do vento:
Antes dele, a morte e depois, a vida.

E assim, suspirando aquela mágoa,
Respirando toda cruenta tortura presa;
Ouvindo os pregos fincando na tábua:
Salpicada de sangue, a mãe indefesa.

Na face do anjo Gabriel, o sim de Maria:
Eis, estou aqui – eu sou a serva do Senhor.
E depois, em Belém cumprindo em brilho;

A estrela luzindo até o amanhecer do dia.
E nos campos os pastores sentiram o amor:
Temos o Pai, o Espírito, e a salvação...
No Filho...

E o anjo lhes disse:
Não temais,
porque eis aqui vos trago
novas de grande alegria,
que será para todo o povo:
Pois, na cidade de Davi,
vos nasceu hoje o Salvador,
que é Cristo, o Senhor (Lucas 1.10,11).

© Pastor Renato Moura – Publicação livre – se indicado o autor